×

Publicidade

CidadesPolícia

Mulher achada esquartejada em sacos de fibra é reconhecida pela família; vítima estava grávida

Familiares reconheceram o corpo esquartejado como sendo de Ana Cristina da Silva Costa (Foto: Divulgação)

Familiares da mulher encontrada esquartejada em sacos de fibra, na madrugada deste domingo (14), no Beco Sopão, na Rua 5, bairro Alvorada 3, Zona Centro-Oeste de Manaus reconheceram o corpo no Instituto Médico Legal (IML) como sendo de Ana Cristina da Silva Costa, 25, que estava grávida de seis meses.

Publicidade

De acordo com a polícia, uma tia da vítima de 29 anos, fez o reconhecimento dos restos mortais e disse que a jovem foi vista com vida na casa da mãe, mesmo bairro onde foi encontrada esquartejada. Depois de pedir dinheiro para comprar um lanche, Ana Cristina não deu mais notícias desde à tarde de sábado (13), quando saiu de casa por volta das 17h.

A mulher tinha uma tatuagem de ‘palhaço’ em uma das pernas (Foto: Divulgação)

A tia da vítima negou que Ana Cristina fosse envolvida com o tráfico de drogas. A jovem, que estava grávida de seis meses e mãe de um filho de sete anos, já tinha sido presa pela polícia após tentar com drogas escondidas na vagina no Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), em abril de 2017.

Já a mãe da vítima, que preferiu não se identificar, confirmou na delegacia que a filha era usuária de drogas e que passava dias fora de casa. Ela também disse que a filha pedir R$ 20 e saiu dizendo que ia lanchar.

Mas contrariando a versão da tia, a polícia não descarta que o crime bárbaro tenha relação com entorpecentes. Com a identificação do corpo, a equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) espera chegar até os autores. As investigações segue sob sigilo.

Publicidade

Comentários