×

Cidades

Mototaxista morre após ter a cabeça esmagada por ônibus em acidente na Max Teixeira

O acidente ocorreu na Avenida Max Teixeira, Zona Norte de Manaus - foto: Lucas Pereira

O acidente ocorreu na Avenida Max Teixeira, Zona Norte de Manaus – foto: Lucas Pereira

Um acidente de trânsito matou o mototaxista João Carlos de Lima Ferreira, 34, no fim da tarde de quinta-feira (27), por volta das 17h15, na Avenida Max Teixeira, Zona Norte de Manaus. A vítima teve a cabeça esmagada após cair embaixo do ônibus.

Publicidade

Segundo informações da 6ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o mototaxista pilotava uma motocicleta Yamanha/Factor, cor verde, placa PHG-2084, no sentido centro-bairro, quando foi atingido por outro veículo e arremessado para debaixo do ônibus da empresa Integração/Eucatur, placa NOM-8180, da linha 328. Nenhum dos condutores envolvidos no acidente permaneceu no local.

João Carlos teve a cabeça esmagada pela roda traseira do ônibus - foto: Lucas Pereira

João Carlos teve a cabeça esmagada pela roda traseira do ônibus – foto: Lucas Pereira

Testemunhas ouvidas pelo Diário Manauara informam que a vítima tentava ultrapassar o coletivo. “Um veículo não identificado o atingiu, ele se desequilibrou e caiu na via. Foi, então, que veio o ônibus e passou pela cabeça dele”, disse um mototaxista.

O mototaxista foi arremessado contra as rodas do coletivo apos ter sua moto atingida por outro veículo - foto: Lucas Pereira

O mototaxista foi arremessado contra as rodas do coletivo apos ter sua moto atingida por outro veículo – foto: Lucas Pereira

Agentes do Instituo Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) estiveram no local para auxiliar o fluxo de veículos, que por conta do acidente apresentou retenção.

O motorista do ônibus, Sebastião Lima Bentes, idade não revelada, fugiu do local, após outros mototaxistas tentarem agredi-lo. Ele se apresentou com um advogado no 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde o caso foi registrado como homicídio culposo, sem intenção de matar.

O IML fez a remoção do corpo da vítima - foto: Lucas Pereira

O IML fez a remoção do corpo da vítima – foto: Lucas Pereira

O corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico Legal (IML), para procedimentos de necropsia.

Comentários