×

Publicidade

CidadesPolícia

Mototaxista desaparecido é encontrado decapitado em casa abandonada no bairro Petrópolis

O corpo da vítima foi encontrado dentro de uma casa abandonada sem cabeça e em avançado estado de decomposição - foto: Lucas Pereira

O corpo da vítima foi encontrado dentro de uma casa abandonada sem cabeça e em avançado estado de decomposição – foto: Lucas Pereira

O mototaxista Eduardo Douglas Bezerra Damascena, 21, que estava desaparecido desde a última quinta-feira (20), foi encontrado decapitado no fim da manhã desta segunda-feira (24). O crime ocorreu em uma casa abandonada, localizada no Beco São Vicente, com a Rua São Florêncio, bairro Petrópolis, Zona Centro-Sul de Manaus.

De acordo com aspirante Bruno Almeida, da 3ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), a polícia foi acionada após moradores sentirem um forte odor vindo da casa mista, construída em alvenaria e madeira. O Corpo de Bombeiros foi acionado para fazer o resgate da vítima por conta da dificuldade de acesso ao local.

“Depois de constatar o crime, imediatamente acionamos a perícia criminal e também o Corpo de Bombeiros para ajudar no resgate devido à dificuldade de acesso onde o cadáver foi encontrado. Moradores não chegaram a ver nenhuma movimentação estranha na casa abandonada”, disse o policial militar.

O policial militar ressaltou que o celular da vítima não foi encontrado no local. A suspeita é que o mototaxista tenha sido vítima de latrocínio (roubo seguido de morte).

O titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), delegado Ivo Martins, também esteve no local e acompanhou os trabalhos de perícia na cena do crime. A vítima apresentava perfurações nas costas, provocado por um objeto cortante não identificado e estava com a cabeça arrancada.

Segundo a autoridade policial, o corpo já em avançado estado de decomposição e sem a cabeça foi reconhecido por amigos e familiares como sendo do mototaxista desaparecido há cinco dias.

“Mesmo sem a cabeça, amigos e familiares reconheceram o corpo do mototaxista desaparecido desde o dia 20 deste mês, mas nada é oficial. Vamos iniciar as investigações e aguardar o laudo oficial da perícia para entender a motivação desse crime bárbaro e identificar a autoria”, explicou o delegado Ivo Martins.

O aposentado Joacy Aires da Silva, 73, que reside em uma casa ao lado onde o corpo foi encontrado, disse que a movimentação de mototaxistas na área é intensa, mas não percebeu nenhum tipo de movimento estranho na casa.

“Por conta da falta de segurança no local, as portas e janelas da minha casa são fechadas a partir das 18h. A casa está abandonada há anos e esse motivo facilitou o crime”, comentou o morador aposentado.

Após os policiais deixarem a cena do crime, alguns amigos chegaram a comentar entre si, que Eduardo vinha cobrando uma pessoa no local referente a uma quantia em dinheiro. Desde então, o mototaxista, que era agiota, não foi mais visto.

O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). A DEHS investiga o caso.

Fotos: Lucas Pereira

Publicidade

Comentários