×

CidadesPolícia

Morador de rua é assassinado com facada no pescoço enquanto dormia, no Centro de Manaus

Morador de rua é morto a facada enquanto dormia - foto: Lucas Pereira

Morador de rua é morto a facada enquanto dormia – foto: Lucas Pereira

Um morador de rua, identificado como Francisco Nelson, vulgo ‘Jaraqui’, foi assassinado com uma facada no pescoço, enquanto dormia. A vítima ainda chegou a pedir socorro a um vigilante antes de morrer. O crime ocorreu na noite de terça-feira (25), por volta das 21h, em um posto de combustível, localizado na Rua Quintino Bocaiúva, com a Rua Pedro Botelho, no Centro de Manaus.

Publicidade

Segundo populares, ‘Jaraqui’ estava dormindo no chão ao lado do cachorro de estimação, quando foi surpreendida por dois homens e morto com vários golpes de faca no pescoço. Em seguida, a dupla fugiu sem ser identificada.

Policiais militares da 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram ao local e isolaram a área até a chegada de peritos do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) e investigadores da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

‘Jaraqui’ estava dormindo no chão ao lado do cachorro de estimação - foto: Lucas Pereira

‘Jaraqui’ estava dormindo no chão ao lado do cachorro de estimação – foto: Lucas Pereira

Durante os trabalhos dos peritos criminais, uma cena chamou atenção. O cachorro da vítima permaneceu ao lado do corpo como forma de demonstrar fidelidade ao seu dono. Segundo populares, a vítima era natural de Fonte Boa (a 678 quilômetros de Manaus).

O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) para o procedimento de necropsia, onde aguarda reconhecimento de familiares. A vítima não portava documentos, aparentava ter entre 35 a 40 anos, cor parda, cabelos crespos e 1,60 de altura. A vítima possui uma tatuagem no ombro esquerdo e vestia uma camisa verde e bermuda estampada.

O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) - foto: Lucas Pereira

O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) – foto: Lucas Pereira

A DEHS informou que iniciou diligências para tentar descobrir o que teria motivado o crime. Imagens de câmera de segurança do estabelecimento devem ser solicitadas para auxiliar na identificação dos autores. No momento do crime não havia funcionários, já que o posto de combustível não funciona à noite.

Comentários