×

Cidades

Igarapés de Manaus serão monitorados em tempo real durante o período chuvoso

igarape

O monitoramento nos igarapés serão transmitidas pelas redes de telefonia celular – foto: Marinho Ramos/Semcom

Com a chegada da temporada de chuvas fortes em Manaus, um equipamento vai orientar os órgãos de emergência a partir de um alerta que vai informar a subida do nível das águas. As plataformas de coleta de dados hidrológicos (PCDHidro), foram instaladas em três pontos da capital, em trechos dos Igarapés do Mindu e do 40.

Publicidade

Esses equipamentos farão a medição do nível da água e também estão programados a emitir alerta quando o igarapé ultrapassar o limite, causando o transbordamento. Essa informação será enviada em tempo real para Brasília que vai comunicar os órgãos de resposta como a Defesa Civil de Manaus.

Foram instalados três aparelhos na capital, por meio de uma parceria entre a Defesa Civil de Manaus e o Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres (Cemaden). A instalação dos equipamentos foi possível depois de um levantamento feito pela Prefeitura de Manaus.

“Fizemos o levantamento de dez igarapés em Manaus onde há histórico de alagamentos, com base nesse trabalho o Cemaden escolheu três pontos para monitorar em tempo real. Esse recurso vai nos permitir saber qual o volume de chuva causa alagamentos e também monitorar as casas, próximo a esses locais”, explicou o secretário executivo da Defesa Civil de Manaus, Cláudio Belém.

O equipamento conta com o monitoramento e a transmissão do nível do rio (usando sensor tipo radar), da precipitação (com pluviômetro de báscula), e apoio fotográfico, com uma webcam integrada que envia imagens em tempo real da situação do rio.

As informações serão transmitidas pelas redes de telefonia celular. Essa rede irá se somar à rede observacional de radares meteorológicos e pluviômetros automáticos no Plano Nacional de Gestão de Riscos e Resposta a Desastres Naturais.

“Esses dados são importantes porque no período de chuva a Defesa Civil atende ocorrências de alagamentos e, geralmente, somos acionados após o desastre. Com o acompanhamento do igarapé, vamos ter essa informação antecipada, o que pode agilizar o tempo resposta” explicou Belém.

As informações podem ser acompanhadas também pelo site www.cemaden.gov.br, que divulga os dados coletados nas estações hidrológicas em tempo real. A página divulga os dados coletados e fotos em alta definição sobre a situação dos igarapés.

Além dos PCDHidro, Manaus já conta com o sistema de monitoramento por meio de pluviômetros semiautomáticos, instalados em áreas consideradas de risco geológico e que auxiliam a Defesa Civil no levantamento de dados da chuva, e no monitoramento de áreas de barranco, que assim como áreas de igarapés, são afetadas no período chuvoso.

Com informações da assessoria

Comentários