×

CidadesPolícia

Homem apontado pela polícia como mandante de homicídios em Coari é preso

Raimundo foi indiciado por envolvimento em duplo homicídio e duas tentativas de homicídio - foto: divulgação

Raimundo foi indiciado por envolvimento em duplo homicídio e duas tentativas de homicídio – foto: divulgação

Raimundo Araújo de Souza, conhecido como ‘Nego do Catraca’, 43, foi preso na tarde quinta-feira (20), por volta das 15h, pela equipe de investigação da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Tefé (a 363 quilômetros de Manaus), sob o comando do titular da unidade policial, delegado Rodrigo Torres, pelos crimes de duplo homicídio e tentativas de homicídio.

Publicidade

De acordo com o titular da unidade policial de Coari, delegado Mauro Duarte, que representou o delegado Rodrigo Torres, ‘Nego do Catraca’, foi preso em cumprimento a mandado de prisão preventiva expedido no dia 18 de setembro desde ano, pelo juiz plantonista da Comarca de Coari, Rafael Rodrigo da Silva Raposo.

‘Nego do Catraca’ é apontado pela polícia como o mandante de duplo homicídio que teve como vítimas mãe e filha, além de duas tentativas de homicídio envolvendo pessoas de uma mesma família. Os crimes ocorreram no dia 14 de setembro deste ano, em Coari.

Conforme o delegado, a ação criminosa ocorreu por volta das 20h45, em frente à casa de uma das vítimas, localizada na Rua Manoel Marques, bairro Chagas Aguiar, em Coari. Na ocasião, Maria Eunice Fialho, 76; as filhas dela Simonete Fialho Muniz, 51, e Silma Fialho Muniz, 43; além de Suelen Fialho Muniz, 24, filha de Silma, conversavam em frete à residência da matriarca da família quando foram surpreendidas por dois homens em uma moto, que efetuaram disparos de arma de fogo em direção às vítimas. Suelen e Silma foram alvejadas e não resistiram aos ferimentos.

Mauro Duarte informou que as sobreviventes reconheceram os autores dos disparos como Edionei e Jefferson. As mulheres relataram que Raimundo teria se envolvido em uma discussão com a família dois dias antes dos crimes e, por conta disso, teria dado ordem para que a dupla cometesse as execuções.

“Os dois envolvidos na ação criminosa já estão presos. Um deles é Edionei Menezes Farias, 24, que foi autuado em flagrante após ser reconhecido por uma das vítimas sobreviventes do crime, Simonete Fialho, como autor dos disparos. A prisão do infrator aconteceu na manhã do dia 15 de setembro, por volta das 8h30, na Rua Olavo de Bilac, no mesmo bairro onde as vítimas foram alvejadas”, explicou o delegado Mauro Duarte.

O segundo homem envolvido nas execuções, Jefferson de Melo Barreto, 22, chamado de “Som”, conduzia a motocicleta onde estava Edionei. Jefferson recebeu voz de prisão no momento em que se apresentou na delegacia acompanhado de um advogado, pois já havia sido expedido, no dia 18 de setembro deste ano, um mandado de prisão preventiva em nome dele, também pelo juiz Rafael Rodrigo.

Raimundo foi indiciado por envolvimento em duplo homicídio e duas tentativas de homicídio. Ao término dos procedimentos cabíveis na delegacia, o infrator foi conduzido à Unidade Prisional de Tefé, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

Com informações da assessoria

Comentários