×

CidadesPolícia

Em Manaus, industriário que fingia ser funcionário do INSS é preso por estelionato

Aleson fingia ser chefe do setor de GPS responsável pelo recolhimento das contribuições sociais - foto: Arquivo/Diário Manauara

Aleson fingia ser chefe do setor de GPS responsável pelo recolhimento das contribuições sociais – foto: Arquivo/Diário Manauara

O industriário Aleson Batista Carneiro, 39, foi preso em flagrante, por estelionato na manhã de sexta-feira (25), na Rua João Valério, Conjunto Vieiralves, bairro Nossa Senhora das Graças, Zona Centro-Sul de Manaus.

Publicidade

De acordo com o titular do 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP), delegado Jeff Mac Donald, Aleson se passava por funcionário do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), onde ele afirmava ser chefe do setor de emissão da Guia da Previdência Social (GPS), documento necessário para o recolhimento das contribuições sociais.

“Por ter habilidades com cálculos, Aleson demonstrava total conhecimento no assunto referente ao benefício. O golpe iniciou após ele enganar um médico que atendia a filha dele, que possui problemas físicos”, explicou o delegado Jeff Mac Donald.

Aleson foi preso pela equipe de investigação do 6ºº DIP - foto: Arquivo/Diário Manauara

Aleson foi preso pela equipe de investigação do 6ºº DIP – foto: Arquivo/Diário Manauara

Diante dos argumentos de Aleson, a vítima sentiu segurança e iniciou o processo para obter o benefício da aposentadoria. Eles marcaram um encontro, onde a vítima repassou a quantia de R$ 3.396 mil, que segundo Aleson o pagamento restante era referente à contribuição da previdência.

Ao passar dos dias, a filha vítima comentou o fato com alguns familiares, no qual uma delas citou ter sido vítima de golpe de Aleson. Diante disso, a família do médico procurou a polícia.

“Como faltavam algumas taxas de pagamento, cominamos que vítima fosse ao encontro de Aleson para realizar o pagamento de R$ 932. Na ocasião, a equipe de investigação fez o monitoramento e no momento em Aleson recebia o pagamento do dinheiro recebeu voz de prisão”, disse o delegado.

No 6º DIP, durante as oitivas em torno do caso, outras dez pessoas vítimas de estelionato compareceram e reconheceram Aleson como o autor do mesmo golpe.

Aleson foi autuado pelo crime de estelionato e encaminhado para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde permanecerá à disposição da Justiça.

Comentários