×

CidadesPolícia

Em Manaus, corpos são encontrados com mãos e pés amarrados dentro de carro abandonado

Os corpos forma encontrado dentro de um veículo abandonado na Avenida Itaúba, em Manaus - foto: Lucas Pereira/Diário Manauara

Os corpos forma encontrado dentro de um veículo abandonado na Avenida Itaúba, em Manaus – foto: Diário Manauara

O frentista Elcivanio Custódio Santos, 32, e um homem, ainda não identificado, foram encontrados por volta das 17h desta quarta-feira (9), dentro de um carro, modelo Prisma, cor branca, placa OAO-9351, na Avenida Itaúba, bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus. As vítimas estavam com as mãos e pés amarrados e tinham sinais de estrangulamento.

Publicidade

Moradores da área relataram à reportagem do DiárioManauara, que o carro foi deixado no local durante a madrugada, por volta das 5h30. Um grupo de crinças que brincava na avenida, por volta das 17h, achou um dos homens deitado no banco traseiro do veículo, com os pés e mãos amarrados.

Assustados, as crinças avisaram os familiares da existência do corpo. Policiais militares da 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram acionados e isolaram a cena do crime até a chegada da perícia da Polícia Civil. O Corpo de Bombeiros também esteve presente para abrir o veículo.

No banco traseiro do veículo, foi encontrado o corpo do frentista Elcivanio - foto: Lucas Pereira/Diário Manauara

No banco traseiro do veículo, foi encontrado o corpo do frentista Elcivanio – foto: Diário Manauara

Conforme o perito criminal do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), Mahatman Araújo, no banco de trás do veículo estava o corpo de Elcivanio. A segunda vítima foi encontrada nua no porta-malas, com um pano enrolado no pescoço e com o rosto bastante machucado. Os homens estavam com as mãos e os pés amarrados. A suspeita é que as vítimas foram torturadas e mortas por asfixia.

Elcivanio estava com os pés e mãos amarrados - foto: Diário Manauara

Elcivanio estava com os pés e mãos amarrados – foto: Diário Manauara

Durante os trabalhos da perícia, um pedaço de papelão foi encontrado com a seguinte frase: “vendeu droga roubada, homem arrochador não passa batido. Essas coisas acontecem com quem rouba droga e arrocha boca de fumo”.

A segunda vítima, não identificada, foi encontrada no porta-malas do veículo - foto: Diário Manauara

A segunda vítima, não identificada, foi encontrada no porta-malas do veículo – foto: Diário Manauara

À reportagem do Diário Manauara, a dona de casa, Ângela Maria, 40, disse que vendeu o carro para o cunhado dela na terça-feira (8). Elcivanio morava no Distrito de Cacau Pirêra, no município de Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus) e trabalhava como frentista em um posto de combustível, próximo à feira da Panair, Zona Sul da capital.

“Depois que vendi o carro, Elcivanio informou que iria trabalhar, mas antes faria um pagamento, e desde então não havia retornado para casa. Preocupados, familiares chegaram a registrar um Boletim de Ocorrência informando o sumiço dele”, disse Ângela Maria.

Um morador, que preferiu não se identificar, relatou que o veículo estava em frente a sua casa desde o fim da madrugada, mas não desconfiou de nada. As vítimas já estavam mortas há cerca de 13 horas.

Os corpos das vítimas foram removidas para o IML - foto: Diário Manauara

Os corpos das vítimas foram removidas para o IML – foto: Diário Manauara

No local, agentes do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito de Manaus (Manaustrans), foram acionados e interditaram a via. Por volta das 20h44, os corpos foram removidos para o Instituto Médico Legal (IML) e avenida liberada.

Um investigador da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) informou a motivação e autioria ainda são desconhecidas. O caso será investigado, mas a suspeita é que o crime foi um acerto de contas relacionado com o tráfico de drogas.

Comentários