×

Cidades

Detran-AM começa fiscalizar o excesso de velocidade com radares móveis

Os radares móveis irão fiscalizar as rodovias estaduais e principais vias de Manaus - foto: reprodução/TV Gazeta

Os radares móveis irão fiscalizar as rodovias estaduais e principais vias de Manaus – foto: reprodução/TV Gazeta

Para coibir o excesso de velocidade, o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) iniciou na sexta-feira (25) as fiscalizações na Ponte Rio Negro. Ao longo da rodovia serão dois radares, com alcance de 500 metros, em pontos surpresas. Até segunda-feira (28), mais seis radares móveis irão fiscalizar as principais vias de Manaus. Conforme o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a velocidade de veículos é permitida até 60 quilômetros por hora.

Publicidade

De acordo com o diretor-presidente do Detran-AM, Leonel Feitoza, a implantação do método de fiscalização deve inibir os condutores de veículos que ousam abusar da velocidade e, que colocam em risco a própria vida e de terceiros.

“Em Manaus, os acidentes tem aumentado com frequência por conta do abuso da velocidade de condutores. Diante dessas infrações, acabamos vendo a mídia noticiar acidentes graves e muitas das vezes com vítimas fatais. Com a instalação desses radares acreditamos que deve causar uma redução no índice de acidentes e, consequentemente dar mais segurança à população”, pontuou Leonel Feitoza.

Conforme o órgão estadual de trânsito, os pontos de fiscalização são: Avenida Governador José Lindoso (Avenida das Torres), Avenida Nathan Xavier (Avenida das Flores), Avenida Torquato Tapajós, Estrada do Turismo e as rodovias AM-070 e AM-010.

Feitoza ressaltou que depois da ausência de radares eletrônicos fixos em Manaus, conhecidos como ‘corujinhas’, houve um aumento de acidentes.

“Os motoristas percebem que não há fiscalização então abusam totalmente da velocidade permitida. Com esse novo método de fiscalização, será possível deslocar os radares móveis para qualquer outro ponto da cidade. Com isso, o condutor deve ficar cinte que estaremos nas ruas fiscalizando a imprudência”, destacou o diretor-presidente do Detran-AM, Leonel Feitoza.

Fiscalização

Durante as operações de fiscalizações, o órgão estadual de trânsito contará com o apoio do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar do Amazonas (Batran-AM). Ao todo, serão mais de 200 agentes, entre fiscais e peritos do Detran-AM e PMs do Batran-AM, para coibir e notificar condutores de veículos que trafegam de forma irregular.

Multa

O condutor que infligir à velocidade permitida será autuado em multa gravíssima no valor de R$ 293,47, com a perda de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Comentários