×

CidadesPolícia

Corpo é encontrado esquartejado em quintal de casa, no bairro Tancredo Neves

 O corpo do homem foi encontrado esquartejado em sacola plástica e em lençol - foto: divulgação

O corpo do homem foi encontrado esquartejado em sacola plástica e em lençol – foto: divulgação

O corpo de um homem foi encontrado esquartejado, na manhã desta terça-feira (8), no quintal de uma casa, na Rua Granito, bairro Tancredo Neves, Zona Leste de Manaus. As partes da vítima ainda não identificada estavam dentro de uma sacola plástica e enrolado em lençol.

Publicidade

De acordo com a Polícia Civil, o proprietário do imóvel, que não teve o nome revelado, avistou uma sacola plástica e um lençol vermelho no quintal, quando estava saindo para trabalhar.

Ao perceber que se tratava de uma pessoa esquartejada, o dono da casa acionou policiais militares da 14ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), por volta das 9h.

A cabeça da vítima, os membros superiores e inferiores estavam dentro de uma sacola, enquanto o tronco foi encontrado enrolado em um lençol. O crime ocorreu próximo a um campo de futebol, conhecido como ‘Campo do Tancredão’.

Os membros superiores, inferiores e a cabeça estavam acondionados dentro de uma sacola plástica - foto: divulgação

Os membros superiores, inferiores e a cabeça estavam acondionados dentro de uma sacola plástica – foto: divulgação

Para a polícia, a vítima foi morta em outro lugar e depois deixada no quintal da residência. A suspeita é que o caso se trate de uma execução motivada pelo tráfico de drogas.

O tronco da vítima foi encontrado enrolado em lençol e apresentava várias perfurações de faca - foto: divulgação

O tronco da vítima foi encontrado enrolado em lençol e apresentava várias perfurações de faca – foto: divulgação

Moradores da área relataram que a vítima não era conhecida no bairro e, que o quintal da casa já foi palco de outro crime, onde um homem foi assassinado a facadas há quatro meses.

A perícia criminal do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) confirmou que a vítima tinha tatuagens no copo com os nomes ‘Nedizinho’ e ‘Genivaldo’.

O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), onde aguarda a reclamação de familiares. A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) vai investigar o caso.

Comentários