×

CidadesPolícia

Adolescente é morto com dez tiros na Zona Norte de Manaus; família acusa ex-PM

O adolescente André da Silva Souza, 15, foi assassinado na noite de quarta-feira (16), por volta das 22h, após ser alvejado com dez tiros, na Rua Acaiaca, bairro Monte das Oliveiras, Zona Norte de Manaus. Um primo da vítima, identificado como ‘Felipe’, levou um tiro na mão.

Segundo a família da vítima, o crime foi motivado por rixa antiga e apontam como o principal suspeito do crime um ex-policial militar, conhecido como ‘Max’.

A vítima não resistiu aos ferimenos e morreu no SPA do Galiléia - foto: divulgação

Publicidade

A vítima não resistiu aos ferimenos e morreu no SPA do Galiléia – foto: divulgação

André e o primo dele estavam conversando com alguns amigos, quando resolveram assistir uma partida de futebol pela TV na casa de um vizinho. Minutos depois, três homens chegaram ao local e começaram a efetuar os disparos.

O adolescente foi atingido na cabeça, peito e tórax por tiros de pistola ponto 40 e 380 milímetros. O primo que chegou a socorrer André levou um tiro na mão esquerda.

Os dois adolescentes foram socorridos para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Eliameme Rodrigues Mady, no Conjunto Galiléia, Zona Norte, mas André não resistiu aos ferimentos.

Conforme as informações repassadas para a polícia, na fuga dos suspeitos, os moradores conseguiram identificar um dos atiradores como sendo o ex-policial militar ‘Max’, preso no ano passado por suspeita de uma série de homicídios naquela zona da cidade.

À polícia, parentes disseram que o adolescente não era usuário de drogas e não tinha envolvimento com o tráfico de drogas. Para os familiares, os autores são os mesmos que executaram o concunhado de André, o soldador Matheus Lopes Gaudêncio, 21, ocorrido no dia 15 de outubro deste ano.

A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) investiga se o crime tem relação com a morte do soldador.

Comentários