domingo , 26 maio 2019
Home / Cidades / Polícia / Mulher é achada morta com seis facadas e seminua em quitinete; namorado é suspeito
Anuncie Aqui!

Mulher é achada morta com seis facadas e seminua em quitinete; namorado é suspeito

A vítima estava seminua em cima da cama dentro da quitinete onde morava (Foto: Mário Souza/DM)

Manaus/AM – A funcionária de produtos recicláveis Raimunda Ferreira de Souza, de 46 anos, foi encontrada morta com seis facadas no início da manhã desta quinta-feira (27). O crime aconteceu dentro da quitinete que morava na Rua Aracu, bairro Jorge Teixeira 3, Zona Leste de Manaus. O principal suspeito do crime é o namorado da vítima.

O corpo da vítima foi encontrado pelo proprietário da Vila de quitinetes, Francisco Cavalcante de Araújo, de 56 anos. Ele disse que sentiu forte odor vindo do quarto e resolver abrir a porta com uma chave extra. Raimunda estava com marcas de facadas em cima da cama e vestia apenas roupas íntimas.

“A luz do quarto estava acesa há dias e a inquilina não era mais desde o dia de Natal. Ao passar pelo quarto senti forte odor, chamei por ela, mas sem resposta. Resolvi entrar e acabei encontrando-a seminua e suja de sangue. Fiquei muito assustado com a cena que vi. Ela era uma pessoa muita serena e não tinha problemas com nenhum vizinho aqui. Há mais de um mês ela morava no local”, disse.

De acordo com o levantamento da polícia, o namorado da vítima, identificado como “Malafaia”, foi visto no local na manhã do dia 25 de dezembro deste ano, feriado de Natal. O principal suspeito de assassinar Raimunda só visitava a vítima nos fins de semana. Ele deixou a quitinete por volta das 10h com capuz na cabeça.

“Temos informações que o namorado que só aparecia nos fins de semana para pegar dinheiro. Os moradores relataram que o casal tinha histórico de brigas. É possível que a vítima dessa vez tenha negado dinheiro ao namorado”, explicou um investigador que preferiu não se identificar.

 

Raimunda Ferreira de Souza, de 46 anos, foi morta com seis facadas (Foto: Mário Souza/DM)

 

O proprietário da quitinete informou que a vítima tinha um casal de filhos. Raimunda trabalhava em uma empresa de produtos recicláveis no bairro Cidade de Deus, Zona Norte da capital.

Conforme informações da perícia criminal do Departamento de Polícia (DPTC), o corpo da mulher já estava em avançado estado de decomposição. Ela foi atingida com quatro facadas no tórax, uma no pescoço e outra no braço direito.

Uma faca foi encontrada com resíduos de água. A suspeita é de que o material possivelmente usado pelo assassino foi lavado pelo assassino. A faca foi entregue para uma equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

O corpo foi removido ao Instituto Médico Legal (IML), Zona Norte. A morte de Raimunda será investigada pela DEHS.

Veja Também

Operação fecha seis bares e prende duas pessoas em Parintins, no AM

A fiscalização para coibir o consumo de álcool entre adolescentes iniciou na noite de sábado ...