×

Publicidade

AmazôniaPolícia

PM tenta atirar em desafeto, mas mata mulher por engano em praça de Tapauá

O crime ocorreu no município de Tapauá, localizado no Sul do Amazonas. (Foto: Edmar Barros)

A dona de casa Cleuma Santos da Silva, 32, morreu com um tiro nas costas, na madrugada de sábado (8), no município de Tapauá (a 449 quilômetros de Manaus). O crime ocorreu por volta das 2h, após um policial militar identificado como ‘Neto’ discutir com um homem e fazer um disparo que acabou atingido à mulher, que estava em uma praça.

À polícia, o marido da vítima, o pescador Ricardo Pereira Araújo, 22, relatou que tinha sido convidado pela esposa para ir a uma festa, evento realizado todas as sextas na praça do município.

No local, o casal deparou-se com ‘Neto’ alterado e arranjando confusão com algumas pessoas. Sob efeito de bebidas alcoólicas, o policial se estranhou com um homem, não identificado, que estava tirando sarro dele.

Durante a discussão com o homem, ‘Neto’, sacou uma arma de fogo da cintura e atirou contra o desafeto, mas o tiro atingiu Cleuma, que não resistiu ao ferimento e morreu no local.

Após o disparo, ‘Neto’ fugiu e não foi mais visto no município. Cleuma deixou quatro filhos. O caso é investigado pela delegacia de Autazes.

Publicidade

Comentários